'Precisamos sair do saúde ou economia', diz Caiado ao confirmar decreto de lockdown

Atualizado: 30 de Jun de 2020




O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, confirmou a publicação de decreto ainda nesta segunda-feira(29) para quarentena alternada entre 14 dias de fechamento e 14 dias de abertura do comércio. "Se eu tivesse sobre mim a prerrogativa do Supremo Tribunal Federal de poder deliberar sobre os 246 municípios de Goiás, vocês podem ter certeza que isso já estaria em prática! No entanto, cada prefeito tem autonomia para decidir sobre as ações de seu município. Logo, deve arcar, também, com as responsabilidades. O que cabe ao Estado, ao governador, eu cumprirei e vou baixar um decreto nas próximas horas", escreveu nas redes sociais.








Durante uma live realizada com todos os prefeitos nesta manhã, Ronaldo Caiado pediu apoio para decretar lockdown alternado em todo o estado de Goiás. A decisão de Caiado veio após a Universidade Federal de Goiás (UFG) divulgar um estudo, onde prevê um imenso colapso hospitalar em julho e 18 mil mortes por Covid-19 até setembro.

"Precisamos sair da dicotomia entre “abre e fecha”, “saúde ou economia”. Meu compromisso é com a vida de cada um dos 7,2 milhões de goianos! Não podemos admitir que 18 mil goianos morram, conforme estudo da UFG, se nada for feito", finalizou.









0 comentário

siga nossas redes sociais

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter