top of page

Por que Agosto é conhecido como mês do "cachorro louco"? Confira!



DE ONDE VEM A EXPRESSÃO?

Cadelas no cio: Especialistas ouvidos pelo Balaio do Kotscho, apontam que a expressão surgiu porque agosto é o período do ano em que as cadelas mais entram no cio, devido às condições climáticas. Isso deixa os machos eufóricos — e até mesmo mais agressivos — e provoca conflitos entre os animais em busca do acasalamento. Mas, será mesmo?


Para começar, é importante dizer que o clima pode influenciar o ciclo reprodutivo dos animais. Segundo Carla Berl, médica-veterinária fundadora da rede de hospitais veterinários Pet Care, o começo da primavera é uma época que favorece o início do cio em diversas espécies.


Isso ocorre principalmente em locais onde as estações são bem definidas, o que não é o caso do Brasil — por aqui, as fêmeas entram no cio a cada seis meses durante todo o ano. Mesmo assim, em agosto, ocorre um fenômeno interessante: as baixas temperaturas e a umidade do ar reduzida fazem com que muitas cadelas entrem nesta fase do ciclo ao mesmo tempo.





Transmissão durante brigas. Se um animal está contaminado com o vírus da raiva e entra em uma briga, as chances de ele morder e transmitir a doença, que é passada pela saliva do infectado, são muito altas.


Agressividade e salivação. A aparência dos animais infectados é bem impressionante, já que eles babam e ficam bastante agressivos, com aparência de "loucos".


Ações de controle e prevenção. Verdade ou mito, é justamente por esse motivo que muitas cidades brasileiras promovem campanhas de vacinação antirrábica no mês de agosto.


Índices reduzidos da doença. Graças à vacinação e campanhas de conscientização, o Brasil apresenta baixa incidência da doença. Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, foram confirmados 16 casos de raiva canina e felina em 2022.


Doença pode levar à morte. A doença infecciosa viral aguda grave pode acometer qualquer mamífero e tem uma incidência altíssima de morte. Ainda de acordo com o ministério, a taxa de letalidade dela é de aproximadamente 100%. "Por ser quase sempre fatal, uma das principais medidas de prevenção da raiva humana é a vacinação de pets", reforça o órgão.



0 comentário
bottom of page