Para Gilmar Mendes, incentivo de Bolsonaro à invasão de hospitais é crime

Atualizado: 23 de Jun de 2020


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes disse, em uma rede social, que a invasão de hospitais, assim como o incentivo a esse tipo de ação, representa um crime. A afirmação é uma resposta direta ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que encorajou seus apoiadores a entrarem em hospitais para verificar a ocupação de leitos.



“Invadir hospitais é crime – estimular também. O Ministério Público (a PGR e os MPs Estaduais) devem atuar imediatamente”, afirmou o ministro.


“É vergonhoso – para não dizer ridículo – que agentes públicos se prestem a alimentar teorias da conspiração, colocando em risco a saúde pública”, disparou ele, sem citar o nome do presidente.


0 comentário

siga nossas redes sociais

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter