Homem é multado por não usar máscara e preso por desacato, em Goiânia

A nova Lei municipal impõe que cidadãos utilizem o equipamento de proteção nas ruas em toda capital; multa para quem não estiver com a máscara é de R$ 110

gcm

Um homem (não teve a identidade revelada) foi multado por não utilizar máscara e preso depois de desacatar guardas civis metropolitanos (GCM), que faziam ronda em Goiânia, neste sábado (12). Depois de aplicar multa de R$ 110, ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes da capital.

A lei nº 10.545, sancionada pelo prefeito Iris Rezende (MDB) no dia 4 de novembro, impõe multa para que for pego andando pelas ruas da cidade sem o item de proteção. A GCM é a responsável por levantar os dados dos infratores. A autuação é vinculada ao CPF da pessoa que descumprir a medida e as informações são repassadas aos auditores fiscais, que lavram a multa.

Conforme a determinação, o uso de máscara é obrigatório enquanto perdurar o decreto municipal que declara a situação de calamidade pública em virtude da pandemia da Covid-19.

Na última terça-feira (8), o prefeito Iris Rezende prorrogou por 180 dias o estado de calamidade em Goiânia.


0 comentário